SOCIEDADE COOPERATIVA: uma análise do diferencial tributário entre cooperativa e sociedade de capital agropecuária cearense.

Marcelo Quirino Bezerra, Antonio Rodrigues Albuquerque Filho, Maria Maciléya Azevedo Freire

Resumo


Este estudo teve como objetivo analisar comportamento tributário das sociedades cooperativas no ramo agropecuário no estado do Ceará, fazendo um paralelo com as sociedades de capital. Para tanto foi realizada uma pesquisa descritiva, regida por meio de uma análise documental e de estudo de caso, empregando uma abordagem quantitativa dos dados, utilizando como caso uma cooperativa agropecuária do interior do estado do Ceará optante pelo regime de tributação do Lucro Real. Tomando como base para análise os demonstrativos contábeis e tributários da empresa apresentados no ano de 2015, possuindo somente atos cooperativos, foi projetado, conforme o estabelecido em legislação, como se comportaria a tributação, naquele contexto, numa sociedade de capital ou mesmo atos não cooperativos. Os resultados demonstraram que a sociedade cooperativa nesse ramo de atividade, apresentando somente atos cooperativos, é duas vezes mais vantajosa em relação à redução da tributação quando comparada à a sociedades de capital.


Palavras-chave


Cooperativa Agropecuária; Sociedade de Capital; Tributação.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 Revista Conbrad [ISSN 2525-6815] Qualis B5

Qualis B5


INDEXADORES E BASES INTERNACIONAIS

 Resultado de imagem para latindex